São Miguel dos Milagres

São Miguel dos Milagres é um dos mais antigos povoados de Alagoas. A colonização começou durante a invasão holandesa, quando moradores de Porto Calvo fugiram à procura de um abrigo onde pudessem observar o movimento dos invasores que utilizavam o rio Manguaba para chegar ao interior. Eles encontraram na região uma colina de onde avistaram extensa área de terras até o mar. Formou-se aí o engenho Mata Redonda, local onde houve uma grande batalha, que resultou na expulsão dos holandeses.

A 106 km de Maceió, São Miguel dos Milagres é um local lindíssimo,mas não oferece vida noturna agitada. Indico para quem deseja descansar e curtir a natureza.

Com praias de areia fina e clara, mar azul-esverdeado com águas mornas e cristalinas, piscinas naturais, recifes de corais, manguezais, rios e coqueirais. Famosa por ter uma das melhores culinárias do Estado, muito rica em frutos do mar.



Lá encontramos quatro praias de águas mansas e cristalinas.

Praia de Porto da Rua 
Conhecida como um dos destinos mais procurados da cidade, costuma receber um bom número de turistas durante a alta temporada. No restante do ano fica praticamente deserta, sendo frequentada por alguns moradores próximos e pescadores. O mar é calmo, de águas claras e limpas, que mais parece uma piscina natural. É ideal para o banho e prática de esportes náuticos, como vela e caiaque. Possui uma infra-estrutura razoável, com alguns bares que servem petiscos de peixe frescos e bebidas.  É nessa praia que se realiza o Festival de Frutos do Mar e a Micarua, além das festas do padroeiro e de Emancipação.

Praia do Riacho
Uma belíssima praia repleta de coqueiros e quase deserta, onde as pessoas costumam fazer caminhadas em meio a natureza selvagem.

Praia de São Miguel dos Milagres
Uma enseada com faixa de areia e coqueiros, com recifes e grande diversidade de fauna. Muito procurada para a prática de pescaria indígena, onde se armam espetos de pau no mar.

Praia do Toque
Com águas claras e quentes, atrai pessoas a procura da prática de mergulho. Uma região de São Miguel dos Milagres com belas e aconchegantes pousadas e uma gastronomia diversificada.

Praia de Porto da Rua
Um local muito visitada devido a seu charme e piscinas naturais, ideais para se contemplar a vida marinha.
Apesar de ser uma vila de pescadores, possui uma diversificada rede de restaurantes onde se pode deliciar diversos tipos de frutos do mar.


O Que Fazer

Além das belíssimas praias de área clara e mar cristalino rodeadas de coqueiros, com piscinas naturais, Sao Miguel dos Milagres ainda conta com um segmento voltado ao Ecoturismo e Turismo de Aventura, oferecendo a seus visitantes a prática de mergulho autônomo, passeios de barco, buggy e jangada, aluguel de caiaques, Troller 4x4 e Beach Bikes.



Visita ao Rio Tatuamunha e Santuário Peixe-Boi

Um passeio de jangada pelo Rio Tatuamunha, com parada no manguezal, outra para um banho no rio, e passeio ao Santuário do Peixe Boi Marinho. (Uma associação comunitária, composta por ribeirinhos, pescadores, estudantes, todos moradores dos municípios de Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, no litoral norte de Alagoas).

De cara arredondada, olhos pequenos e corpo roliço, os peixes-bois marinhos ganharam esse nome por se alimentar, principalmente, de uma planta chamada capim-agulha, encontrada em algumas praias e estuários. Herbívoro, essa espécie também se alimenta de algas marinhas e folhas de mangue e, quando adulto, é capaz de consumir até 60 kg de plantas aquáticas por dia.

Possuem a pele rugosa e sua cor varia entre cinza e marrom-acinzentado. No focinho, muitos pelos táteis, sensíveis ao movimento ou ao toque. Suas narinas estão na parte de cima do focinho, com duas grandes aberturas.

Para nadar, o peixe-boi marinho impulsiona sua nadadeira caudal, usando as duas nadadeiras peitorais (que possuem unhas) para controlar os movimentos. 

Eles chegam a medir 4m de comprimento e pesar até 600 kg, e, apesar do tamanho, são criaturas dóceis e cativantes.

Segundo estimativas, existem aproximadamente 130.000 animais no mundo todo. De acordo com pesquisas desenvolvidas pela Fundação Mamíferos Aquáticos, a Universidade Federal de Pernambuco e a FURG, na área compreendida de Alagoas até o Piauí, a estimativa populacional evidencia aproximadamente 1.000 indivíduos, sendo considerado no Brasil, o mamífero aquático mais ameaçado de extinção.


Infelizmente, a caça, a pesca predatória e a ocupação costeira desordenada levaram o peixe-boi marinho à categoria de “espécie em perigo critico de extinção” pelo Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Sirênios (ICMBio, 2011).


Praia do Patacho - Porto das Pedras

A apenas 10 quilômetros de São Miguel dos Milagres, encontramos o município de Porto de Pedras. Saindo do centro de São Miguel, vire à direita após passar por uma praça com uma estátua do Padre Cícero. É preciso pegar uma estrada que avança pelo meio de um coqueiral até chegar à orla deserta.

É lá que encontramos a Praia do Patacho, lindíssima e quase deserta, com mar calmo, raso, águas mornas e cristalinas, areia clara cercada de coqueiros, com piscinas naturais, e onde se pode ver a Lua nascer no horizonte. Sua beleza se deve principalmente pelo aspecto selvagem.  Não há barracas, bares ou restaurantes na praia.



Como Chegar
São Miguel dos Milagres fica a 11 km de Maceió.
De carro o caminho é pela AL-101. Os primeiros 50 km, até Barra de Santo Antônio, seguem muitas vezes paralelos à praia e ao coqueiral. Após atravessar São Luís do Quitunde, deixe a rodovia principal e vire à direita em direção a Passo de Camaragibe, onde a estrada volta a encontrar o mar.



Farol La Jument


Uma das zonas mais perigosas para a navegação foi, durante séculos, o Cabo Finisterra francês, um local de grande concentração de faróis, e, o mais famoso, La Jument.

As águas ao largo da costa da Bretanha, estão entre as mais perigosas na Europa. Durante a construção do farol mais de 30 navios naufragaram por causa das tempestades severas.

Situado na Ilha de Quessant, a 20 Km da costa francesa, mede 47 metros, e a sua luz alcança cerca de 40 quilómetros.

A Famosa Fotografia de 1989

Até 1991, Théodore Malgorne foi o responsável pela manutenção da iluminação no farol.

Em 21 de Dezembro de 1989, Jean Guichard viajou para o farol num helicóptero quando uma tempestade começou. Guichard, um famoso fotógrafo marítimo em toda a França, decidiu tirar fotos do farol durante uma tempestade. No interior, o faroleiro Théodore Malgorn estava à espera de ser resgatado e pensou que o helicóptero de Guichard era seu helicóptero de resgate.

Ele desceu as escadas para abrir a porta. Neste momento, uma onda gigante envolveu o farol. Malgorn, felizmente, correu para dentro e conseguiu fechar a porta. Guichard tirou uma série de fotos que o tornou famoso. Venderam mais de um milhão de posters e garantiu-lhe o prémio World Press Photo.

Dois anos depois, veio a automação dos faróis Bretões e  Malgorn, o faroleiro de La Jument, aposentou-se em 1991.




Rainbow River, Flórida


O Rio Rainbow está localizado em Dunnellon, Florida. é alimentado por nascentes de águas cristalinas, designado pelo Estado da Flórida como uma extraordinária rede hidroviária e de preservação aquática. Ocupa o quarto lugar no estado pelo volume de água.

Além das nascentes localizadas nas cabeceiras, existem muitas fontes menores que a desaguam a partir de grutas, fendas de rochas e areia em toda extensão do rio.




O Rainbow Springs State Park é o destino para deseja praticar natação, mergulho, canoagem, piquenique, ou para aqueles que simplesmente desejam passear pelas suas trilhas e para das muitas plantas e animais que abundam por lá.

Possui uma ampla variedade de peixes, vida selvagem e plantas. Os visitantes podem ver uma variedade de flores silvestres, carvalho, pinheiros, magnólia, dogwood, redbud e árvores de nogueira; esquilos cinzentos, falcões, corujas, veados, e uma grande variedade de aves pernaltas.

A relativa paz e tranquilidade da temporada de inverno oferece muito para o entusiasta da natureza. Há uma sala localizado no centro de visitantes exibindo recursos históricos, naturais e culturais do parque.

Devido à popularidade do rio, é importante que os visitantes sigam as regras do Parque para que todos possam ter uma agradável experiência e o recurso seja preservado para as futuras gerações.

Um rio sinuoso e de águas calmas, com cerca de 10 Km de comprimento e se funde com o rio Withlacoochee em Dunnellon, Florida. As águas cristalinas ficam a uma temperatura de 22º C graus durante todo o ano.

Desfrute das água e mantenha o Rio Rainbow saudável e bonito!
Esse raro e deslumbrante rio é o único do gênero na Terra.













This rare, breathtaking rainbow river is the only one of its kind on Earth!
Posted by The Weather Channel on Segunda, 9 de novembro de 2015